30/06/2012




Lugares para ir:


5. Castelo de Bran


Localizado próximo de Bran é um monumento nacional e marco histórico da Roménia. Situa-se na fronteira entre a Transilvânia e a Valáquia. Foi a residência do Príncipe Vlad Tepes (governador da Valáquia), conhecido como Vlad, o Empalador ou Drácula (pois foi a inspiração para o conde Drácula, do livro Drácula do escritor irlandês Bram Stoker). O Castelo é mais conhecido com o "Castelo do Drácula".
















Lugares para ir:


4. Catacumbas de Paris


Os túneis, situados a vinte metros da superfície, datam da época romana e foram perfurados para a extração de pedras utilizadas na construção de Paris. A partir de 1777 as autoridades decidiram proibir a perfuração de novos túneis e, pela primeira vez, fizeram um recenseamento das galerias existentes. Um mapa do sub solo foi criado com nomes e números correspondente às ruas e aos números da superfície. Uma tentativa de controle deste imenso espaço. Neste labirinto criado por estes longos túneis morreram alguns infelizes que não conseguiram achar o caminho de volta.


No século XIX estas galerias subterrâneas viraram atração turística. Entre 1786 e 1814 os ossos dos moradores do cemitério Les Halles no centro de Paris foram transferidos e instalados nestas galerias que imediatamente foram chamadas de Catacumbas, como as de Roma.


Hoje somente uma pequena parte está aberta ao público. Longos corredores formados por crânios e ossos, um dos mais importantes pontos turísticos de Paris.













Lugares para ir:

3. Mansão Winchester

Após a morte de seu marido e filho, Sarah Winchester (a esposa do filho do criador de rifle) consultou um vidente. E esse proclamou que sua família fora morta pelos fantasmas daqueles que morreram de balas das armas Winchester. O vidente sugeriu que apenas a construção permanente na mansão da família poderia acalmar os espíritos. Assim, ela deveria construir quartos para que os espíritos de luz permanecessem na casa, proporcionado a paz para que os barulhos cessassem. Mas nada disso aconteceu. Os barulhos continuavam a atormentar Sarah, que resolveu construir a casa até o fim de sua vida. A propriedade de 160 quartos é realmente bizarra. Escadas que não levam a lugar algum e portas que abrem para paredes. O chefe de obras chegava pela manhã e Sarah dava as instruções do que queria para o dia. E no dia seguinte ela poderia demolir o que foi feito no dia anterior e reconstruir de outra forma. Assim os espíritos poderiam ficar mais e mais confusos.





Lugares para ir:

2. Museu Mütter


O museu Mütter é um museu médico localizado na centro da cidade de Filadélfia, Pensilvânia. Ele contém uma coleção de peças anatômicas e patológicas, modelos de cera e equipamentos médicos antigos. O museu faz parte da Faculdade de Medicina da Filadélfia. O propósito original da coleção, doada pelo Dr. Thomas Dent Mütter em 1858, foi a pesquisa médica e educação.




29/06/2012

Lugares para ir:

1. A igreja dos mortos

Localizada na pequena cidade de Kutna, na República Checa. Sua história começou em 1278, quando o Abade da igreja , voltando de Jerusalem , trouxe com ele terra do Gólgota (o local onde Jesus foi crucificado) e espalhou no cemitério ao lado da igreja, o que levou muitos, nobres principalmente, a quererem ser enterrados ali. A coisa tornou-se tão popular que em 1318 mais de 30 mil pessoas foram enterradas no local (graças a um a peste ocorrida na região).

No local ocorrem algumas batalhas em 1421 que acabaram destruindo parte do cemitério e obrigando a retirada de alguns ossos que foram depositados na capela. O sucesso do cemitério era tão grande que a constante retirada dos restos mortais para que novas pessoas fossem enterradas, criou algumas imensas pilhas de ossos no interior da igreja, fazendo com que em 1784, por ordem do Imperador, o monastério (e o cemitério junto) fosse fechado. Em 1870 um escultor local chamado Frantisek Rink começou a organizar os ossos compondo com eles as esculturas que passaram a decorar a igreja. Estima-se que lá existam ossos de cerca de 40 ou 50 mil pessoas.

Kutna fica há 70 quilometros de Praga e pode-se chegar de carro, numa agradabilíssima viagem.






Drink me.
Call me.
Check mate.






"Na tentativa de contar um história apropriada...

... Abandonamos o passado desnecessário e procuramos não vê-lo."
Tenho visto umas postagens por aí de lugares interessantes... Acho que vou colocar alguns aqui.

26/06/2012


‎-Why won't you forget her?
- 'Cause I love her! I love!!
I would drink her blood in a straw, right from aorta, while I watch her screams and cry. I would ripe out her beautyful eyes with a spoon, and put it in a wonderful glass to see them everyday. Would tie her with a thorned rope, lock her in a coffin full of nails! Would cut out her tongue and fingers, to it belongs only me! That's true (sick) love. It never goes away!

Minha prima também.
Antes, frente a dor que cega os olhos
tudo o que sentia era remorso por essa vida sem sentido.
Queria que a levassem,
queria sentir a fria lâmina da foice sepulcral.
Hoje, frente à dor, eu abro os olhos e peço
'me deixe sofrer no planeta imundo,
na terra dos vermes.
Mas não me leve
não agora...que a encontrei.'


Meu namorado quase faz poesia...
Tem horas que me contento com tão pouco...
Noutras, tudo, não é o bastante.
Tenho fome, sede, pressa, sonhos...
Todos multiplicados por um milhão.
Quero colo, cafuné e atenção... Quero nada, quero tudo, quero agora!

(Fernanda Souza Watzko)

25/06/2012

Meus amigos andam tão ocupados...

17/06/2012

Goth é um mangá que me entreteve razoavelmente bem.
Ah... Lembrei que esqueci de escrever que agora tenho um namorado.
Faz um tempo que nem entro aqui... Notei que algumas pessoas leram o que eu escrevi... É tão estranho...